A mulher que foi vista a pôr cachorrinhos vivos no lixo pode ter sentença de prisão.

Todos os detalhes no interior.

Partilhar no Facebook
0 0 Partilhas

Deborah Sue Culwell, a mulher de 54 anos que foi filmada por uma câmera de segurança em abril, a pôr 7 cachorrinhos no lixo, com apenas 3 dias de vida, decidiu declarar-se culpada de todas as acusações de crueldade animal que pesavam contra ela.

A cena que havia sido filmada no Coachella causou indignação entre o público em geral e é seguro dizer que muitas pessoas ficarão aliviadas em saber que Culwell terá que pagar o preço pelas suas ações.

Ao todo, Culwell terá que passar um ano atrás das grades e, nos próximos sete anos, terá que respeitar as condições impostas pelo juiz, incluindo a proibição de possuir um animal. 

Foi em abril passado que a polícia realizou uma investigação para identificar Culwell após o desvelamento das imagens de uma mulher que atirou um saco plástico contendo fcachorrinhos num recipiente de lixo atrás de um loja de autopeças.  

As imagens que mostram a mulher foram vistas depois que um homem descobriu o saco plástico contendo os cachorrinhos. Ele levou o caso para a loja de autopeças e um funcionário verificou as imagens capturadas pelas câmeras de segurança.

O serviço de animais que recuperou os cachorrinhos anunciou que um dos animais morreu alguns dias depois da descoberta. 

Depois que a polícia conseguiu identificar Culwell, ela foi detida em sua casa onde encontraram dezenas de cães lá. Segundo a polícia, a casa estava em estado catastrófico.

A polícia revelou mais tarde que eles tiveram que transferir cerca de 40 cães que moravam na casa.

O advogado de Culwell recusou-se a comentar a sentença do juiz.

Partilhar no Facebook
0 0 Partilhas

Fonte: Ayoye · Crédito foto: Ayoye