Feitio de Cristina Ferreira causa desconforto na SIC. Equipa não aguenta pressão

Equipa está saturada

Partilhar no Facebook
0 0 Partilhas

O programa da Cristina ainda não fez um ano, mas a equipa já dá sinais de cansaço. Em causa está o feitio de Cristina Ferreira,  é exigente e quer os seus programas sempre atuais. 

A equipa cada vez mais acusa cansaço e está a ficar fragilizada, sendo que já perdeu alguns membros que não aguentaram a pressão.

A informação é avançada pela 'Mariana', que falou com uma fonte da SIC:

"A Cristina nunca escondeu que é muito exigente e quer atualização nos seus programas", começou por explicar a fonte.

"Todos com quem a Cristina trabalha sabem que têm de se superar. Mas, se estão todos empenhados no sucesso do programa, há dias em que o cansaço surge e isso é normal. A própria Cristina tem noção disso. Já há pessoas que se foram embora por causa dessa pressão", acrescentou ainda.

Uma dessas pessoas é o repórter João Valentim, que trabalhou com Cristina Ferreira no 'Você na TV' e deixou a TVI para ir com a apresentadora para a SIC. No entanto, acabou por regressar à estação de Queluz de Baixo.

Outros artigos:

Cristina Ferreira e Daniel Oliveira estão em guerra?

A imprensa dá conta que existe uma guerra "surda" entre Cristina Ferreira e Daniel Oliveira. A apresentadora quer mais que o lugar de consultora, ambiciona a direção de programas.

Nos Globos de Ouro, Cristina fez um discurso emocionado, com alvos específicos e muitos perceberam a intenção da apresentadora "Provou-se a importância de um programa da manhã. A televisão não tem horário. Andei nesta luta muitos anos. A manhã faz toda a diferença numa estação de televisão. E a TV deve servir o público (...) e faço-o agora numa casa onde estou muito feliz, onde posso desde o início fazer o que considero boa televisão", discursou Cristina, de globo na mão.

 Cristina Ferreira tem o objetivo de mandar no entretenimento do canal de Paço de Arcos, assumindo um papel decisivo na tomada de decisões nos conteúdos da estação.

Nos corredores da estação de Paço de Arcos são poucos os que duvidam da ambição de Cristina Ferreira que "não quer ficar amarrada" ao papel de apresentadora.

No entanto esse cargo já tem nome: Daniel Oliveira, diretor de Programas da SIC, escolha do presidente da Impresa, Francisco Pedro Balsemão, para reconquistar a liderança das audiências para a SIC.

Dolores Aveiro revela o que lhe disse Cristiano Ronaldo sobre as fotos à beira da piscina

Dolores Aveiro deu que falar neste verão devido às fotografias que publicava em fato de banho junto à piscina. Foi a matriarca Aveiro foi a casa de Cristina e a apresentadora questionou-lhe sobre as caricatas fotografias.

Olhe lá, e aquelas fotografias no verão em fato de banho e em biquíni que o mundo inteiro andou a comentar?”, questionou Cristina Ferreira.

“Eu não acho mal, vou fazer 65 anos, não acho mal mostrar aquilo que eu tenho e pronto. Sinto-me bem, estava à beira da piscina, não acho mal…”, referiu Dolores Aveiro.

Ele disse: «a mãe já chegou aos dois milhões… mas não é preciso tirar tanta foto»”, disse, divertida, concluindo: “Eu mostro aquilo que tenho, há miúdas mais novas que estão piores do que eu …”

Veja o momento aqui:

Revelação: Dolores Aveiro assume a mágoa de ser obrigada a viver longe de Cristianinho

Dolores Aveiro, mãe de Cristiano Ronaldo esteve hoje à conversa com Cristina Ferreira e orgulhosa referiu que tinha dez netos mas que existe um deles que é especial. Falava de Cristianinho, o menino que cuidou desde bebé e do qual foi "mãe e avó".

Dolores Aveiro cuidou de Cristianinho  desde que nasceu, até pai e neto se mudarem para Turim. A matriarca fala de Cristianinho com um menino especial:

"É especial... um menino muito especial, mesmo. Acabei por ser mãe e avó ao mesmo tempo", começou por contar Dolores Aveiro , "Quando me venho embora, pede-me para não estar muito tempo sem o ir visitar. 'Amo-te até ao infinito', diz-me ele... e mexe o coração", admitiu emocionada.

Quanto a Georgina Rodríguez e os rumores de que não se dá bem com a nora, ela diz, “Tenho a dizer que raramente acertam no que dizem”.

Desde o momento em que o Ronaldo decide fazer a sua vida, tenho de aceitar. Mas não deixa de ser meu filho. A mágoa que tenho é de não estar com ele todos os dias. Foram nove anos [a viverem juntos em Inglaterra e Madrid]. E estive sempre com ele porque ele me pediu, senão estava na Madeira”, esclareceu.

Partilhar no Facebook
0 0 Partilhas

Fonte: www.flash.pt · Crédito foto: www.flash.pt