Também Cristina Ferreira tem uma palavra a dizer sobre a colega de TV

Cristina Ferreira está indignada com o que se passou

Partilhar no Facebook
325 325 Partilhas

Também Cristina Ferreira tem uma palavra a dizer sobre a colega de TV

Foram muitas as figuras publicas que quiseram mostrar o seu apoio à  apresentadora Catarina Furtado.  Depois de Cláudio Ramos, Nuno Baltazar e Diogo Infante, Cristina Ferreira não deixou passar esta polémica e falou sobre as criticas de que Bárbara foi alvo.

As ondas de críticas de que Catarina Furtado foi alvo devido ao seu nível de inglês fez com que uma grande quantidade de celebridades saíssem em sua defesa. Cristina Ferreira não conseguiu esconder a sua indignação com esta situação:

“Acho isto a maior estupidez que eu já vi. Eu não tenho ligação com a Catarina, não sou amiga dela, mas quando vi a notícia só me apeteceu defendê-la” afirmou a apresentadora durante o programa "Você na TV".

Cristina defende que é normal que Catarina não tenha um inglês igual ao de quem fala diariamente a língua.

De forma a não alimentar ainda mais esta polémica, a apresentadora voltou a usar-se como exemplo e lembrou que já admitiu várias vezes ter dificuldades em inglês. Recorde-se que Cristina está atualmente a ter aulas para melhorar as suas qualificações nessa área. 

Outros artigos relacionados com Catarina Furtado:

Indiferente às críticas, Catarina Furtado deixa mensagem em inglês

Catarina Furtado tem estando envolvida numa grande polémica ao ser criticada pelo seu inglês.Várias figuras públicas já deram o seu apoio à apresentadora que parece ter ficando indiferente a todas as criticas que recebeu.

Catarina mostra-se muito feliz por fazer parte da equipa deste ano do concurso Eurovisão, mas não esquece as causas que tem apoiado e por isso lembrou aos seguidores que que, apesar dos momentos de alegria vividos, “o mundo ainda tem muitos desafios pela frente no que diz respeito aos direitos humanos”.

“É uma honra fazer parte da equipa do Festival Eurovisão da Canção, um evento que celebra a amizade e a unidade dos povos. Sinto que devo aproveitar esta oportunidade para lembrar que, apesar deste momento de alegria, o mundo ainda tem muitos desafios pela frente no que diz respeito aos direitos humanos, como por exemplo a desigualdade de género que dita que, em todos dias, no mundo inteiro, ainda morram 800 mulheres ao dar à luz. Tenho, por isso, muito orgulho em exercer a minha missão de Embaixadora de Boa Vontade do UNFPA, há já 18 anos, e poder promover uma tomada de consciência pública para a realidade intolerável que muitas mulheres e meninas vivem no século XXI. Sigam o trabalho do UNFPA nas redes sociais”, escreveu na legenda do vídeo publicado na sua conta do Instagram.

Veja o vídeo publicado pela apresentadora 

Partilhar no Facebook
325 325 Partilhas