10 países perigosos para as mulheres, e onde nascer homem é um bilhete para o paraíso.

E onde ser uma mulher é um inferno ...

Partilhar no Facebook
328 328 Partilhas

10 países perigosos para as mulheres, e em que nascer homem é um bilhete para o paraíso.

Provavelmente não foi fácil ser-se mulher em nenhuma etapa da existência humana. Inclusive, na atualidade, há muitas situações que deixam a desejar. No entanto, é possível que as 10 situações que lhe trazemos hoje sejam capazes de o surpreender: lugares no mundo onde as mulheres são objetos de violência, repressão, exclusão e discriminação.

Estes são os 10 países onde ser-se mulher é um verdadeiro pesadelo.

Países onde ser-se mulher é estar-se exposta a um perigo constante.

Afeganistão  

As mulheres afegãs vivem menos do que os homens afegãos – vivem cerca de 45 anos. Este país apresenta uma taxa de analfabetismo muito elevada entre as mulheres. A maioria das crianças do sexo feminino casa-se antes dos 16 anos. 85% das mulheres afegãs dão à luz sem assistência médica. A cada 30 minutos morre uma mulher neste país ao dar à luz. O Afeganistão tem a maior taxa de mortalidade materna do mundo.

Guatemala 

As mulheres de Guatemala enfrentam não só violência familiar, como violações frequentes. Este país apresenta também um dos índices mais altos de SIDA do mundo.

República Democrática do Congo 

As mulheres são forçadas a combater na guerra na parte oriental da RDC. Todos os dias têm que enfrentar violência doméstica e ataques diretos. Mais de 1000 mulheres correm diariamente o risco de serem violadas. Desde 1996, registaram-se mais de 200 000 casos de violação. Nenhuma mulher no Congo pode assinar qualquer documento sem a permissão dos seus maridos.

Índia  

39% das vítimas de VIH com mais de 18 anos na Índia são mulheres. 70% delas são regularmente vítimas de violência doméstica. A cada 29 minutos uma mulher é vítima de violação. Ao longo do século 20 mais de 50 milhões de raparigas e mulheres foram assassinadas na Índia, e outros 100 milhões vítimas de tráfico humano. 44.5% das jovens neste país casam-se antes dos 18.

Iraque 

Desde o regime de Saddam Hussein que o Iraque se tornou um verdadeiro inferno para as mulheres. O país que outrora deteve uma das maiores taxas de alfabetização entre as mulheres nos países árabes, encontra-se hoje em dia entre os últimos. Para além disso, os militantes da ISIS executam as mulheres que se recusem a serem escravas sexuais.

Mali 

O Mali é um dos países mais pobres do mundo. São muito poucas as mulheres que não passaram por mutação genital. Uma em cada dez mulheres morrem durante o parto.

Paquistão  

Nalgumas áreas do Paquistão a mulher é violada como castigo quando o seu marido cometeu algum crime. 90% das mulheres são vítimas de maus tratos e violência doméstica, e 82% das mulheres ganham menos do que os homens.

Somália 

Após a guerra civil, 95% das mulheres são violadas, quando têm entre 4 e 11 anos! Apenas 7% dos cargos no parlamento deste país são ocupados por mulheres. Somente 9 % das mulheres grávidas neste país recebem atenção médica.

Sudão  

As mulheres, especialmente na parte oeste do Sudão, são sequestradas, violadas e desalojadas frequentemente. Desde 2003, mais de um milhão de mulheres foram assassinadas no Sudão.

República do Chade  

As mulheres no Chade não tem praticamente quaisquer direitos. A maioria casa-se entre os 11 e os 12 anos. Estão expostas diariamente a violações e outras formas de violência. As mulheres sudanesas são perseguidas por grumos armados da oposição, bandidos e forças de segurança do próprio país. É preocupante a realidade em que vivem milhões de mulheres no planeta. Atualmente, 186 países assinaram um tratado para eliminar todas as formas de descriminação das mulheres. Mas ainda resta muito para fazer... Partilhe esta notícia chocante com os seus amigos nas redes sociais e ajude a criar sensibilização!

Partilhar no Facebook
328 328 Partilhas

Fonte: Qué pasada · Crédito foto: Qué pasada