Bebé pesava apenas 500 gramas. O truque inteligente do médico salvou-lhe a vida

Médico tem ideia brilhante e salva vida de bebé

Partilhar no Facebook
72 72 Partilhas

Bebé pesava apenas 500 gramas. O truque inteligente do médico salvou-lhe a vida

Quando Pixie nasceu, pesava quase 500 gramas, era suposto aguentar na barriga da mãe mais 12 semanas. 

Sharon Grant tinha apenas 28 semanas de gestação quando houve complicações com o cordão umbilical e a placenta, o que fez com que Pixie parasse de crescer.

Com ainda  três meses de gravidez pela frente, os médicos foram forçados a realizar uma cesariana de emergência para salvar Pixie.

Ainda assim os  médicos não acreditavam que o bebê pudesse sobreviver  mais de que algumas horas.

Pixie foi transferida da sala de emergência para a unidade de tratamentos intensivos, onde os médicos tentaram fazer tudo o que estava ao seu alcance para mantê-la viva. Não era maior do que a mão da sua mãe e muito, muito delicada.

O hospital não tinha equipamento que fosse pequeno o suficiente para manter Pixie aquecida, até que um dos médicos teve uma ideia.

Embora a ideia fosse um pouco estranha, ninguém tinha uma sugestão melhor para manter a bebé prematura aquecida. Colocam Pixie num pequeno saco de plástico e levando-a depois para o departamento de terapia intensiva neonatal.

Mesmo que este método possa parecer bastante estranho e até mesmo perigoso,já tinha sido utilizado anteriormente..

De acordo com o New York Times  , a pele dos bebês perde rapidamente fluido e manter o bebê num saco de plástico ou envolvê-lo no filme plástico, isso pode dar-lhes mais calor do que um cobertor normal.

Na opinião de um dos médicos não é tão estranho quanto se pensa em embrulhar bebês prematuros em sacos plásticos para mante-los quentes.

Sharon estava obviamente muito preocupada com a sua filha, mas ao mesmo tempo esperançosa de que o seu bebê estivesse nas mãos de excelentes médicos.

Durante 18 longos dias, ela não conseguiu pegar a filha porque era muito arriscado e poderia fazê-la perder peso. Algo que poderia colocar em risco sua vida.

Mas Pixie era uma verdadeira lutadora e hoje está perfeitamente bem, apesar de ser muito sensível a infecções e ter que se proteger do contato com outras crianças ou pessoas doentes.

Basta um único resfriado para que Pixie tenha de dar entrada no hospital.

Partilhar no Facebook
72 72 Partilhas