Esta jovem mulher de 18 anos morreu de uma forte gripe na Europa

Autoridades em todo o mundo estão a observar a situação de perto.

Partilhar no Facebook
193 193 Partilhas

Bethany Walker, 18 nos, morreu no dia 5 de janeiro. Foi a mãe, Heather Teale, que fez o anúncio no Facebook.

A jovem de Applecross, Escócia, apanhou uma gripe, que mais tarde se tornou pneumonia.

"A equipe da UTI não poderia ter feito mais, ela recebeu o melhor tratamento possível de uma equipe de oito pessoas por mais de duas horas, eles tentaram tudo, infelizmente, apesar de todos os seus esforços, ela não sobreviveu. O meu coração está partido, o meu mundo entrou em colapso. Eu tenho minha mãe comigo, e meu maravilhoso filho Danny Walker, ambos sentem a mesma perda que eu ", escreve Heather.

"A vida nunca mais será a mesma coisa. Bethany, eu amo-te daqui até à lua, eu sempre te amei e sempre o vou fazer, tu eras a melhor menina que eu poderia desejar e sempre serei a mãe mais orgulhosa do mundo. Eu não tenho mais palavras. Estou realmente devastada. Durme bem, minha linda filha, o teu irmão e eu amamos-te para sempre, nunca saírás dos meus pensamentos enquanto eu viver."

No Reino Unido, a taxa de mortalidade por gripe aumentou 77% em apenas uma semana, sugerindo que esta é a pior epidemia do tipo em 50 anos. Na Inglaterra, 85 pessoas morreram na Escócia, 8 pessoas morreram.

É em parte uma gripe da Austrália, mas principalmente uma gripe do Japão que atinge duramente vários países.

A gripe A (H3N2) (gripe da Austrália) é pensada ser mais perigosa do que a influenza A (H1N1) de 2009, de acordo com vários especialistas, ela poderia ser tão mortal quanto a gripe de Hong Kong de 1968. Um vírus tipo B, seria o mais comum agora porque é resistente à vacina.

Partilhar no Facebook
193 193 Partilhas

Fonte: ayoye · Crédito foto: ayoye