Homem é condenado por cortar orelhas e cauda a cão sem anestesia

Homem corta orelhas e cauda devido a fins estéticos

Partilhar no Facebook
247 247 Partilhas

Três meses e um dia de prisão foi esta a condenação a um homem que cortou as orelhas e a cauda do próprio cão sem anestesia, apenas para fins estéticos.

Este caso aconteceu em 2015 na Espanha e o animal tinha dois meses de vida. O arguido foi também proibido de exercer qualquer tipo de profissão ligada ao ramo dos animais, como o comércio, durante um ano.

Em Fevereiro de 2016 foram detidas 32 pessoas por maus-tratos e mutilação a cães,  entre as quais 6 veterinários e 26 caçadores sendo este um dos processos que faz parte o caso "orelhas".

Partilhar no Facebook
247 247 Partilhas

Fonte: www.cmjornal.pt · Crédito foto: www.cmjornal.pt