Homem perde pernas e nariz por causa de bactéria em saliva de cão​

Perdeu as pernas, os dedos das mãos, e ficou sem um bocado do nariz...

Partilhar no Facebook
131 131 Partilhas

Homem perde pernas e nariz por causa de bactéria em saliva de cão

Perdeu as pernas, os dedos das mãos, e ficou sem um bocado do nariz...

Jaco Nel, de 50 anos, ficou doente com uma Sepse durante duas semanas depois do seu cão, um  Cocker Spaniel Harvey o ter arranhado sem querer.

Jaco, um psiquiatra especializado no tratamento de pacientes com demência, estava em atividade quando desenvolveu sintomas semelhantes aos de uma gripe.

Depois de dizer à sua secretária para cancelar os seus compromissos para que pudesse ir para casa e descansar, Jaco lembra-se de "tremer" e batalhar de dores excruciantes por todo o corpo.

No dia seguinte, ficou muito confuso, e nem sequer lembra de seu parceiro, Michael,ter chamado os paramédicos.

O homem revelou ao Manchester Evening News: "Comecei a sentir calor e frio. Eu estava a tremer, mas não me conseguia aquecer. O meu corpo todo doía-me".

Os médicos notaram que Jaco tinha manchas vermelhas em toda a sua pele - um sintoma de Sepse - e imediatamente começou a fazer tratamentos.

"Eu estava deitado no hospital e olhei para as minhas pernas e dedos todos negros e gangrenados.

"Só de olhar para baixo eu sabia que ia perder tudo. Eu poderia dizer que o tecido estava morto.

"Mesmo que os médicos tenham minimizado, eu sabia o quão grave era."

Quatro meses depois de ter sido internado no hospital, Jaco teve ambas as pernas amputadas abaixo do joelho.

Ele perdeu todos os dedos na mão direita e um na mão esquerda, e precisou de cirurgia reconstrutiva no rosto.

Mais tarde, os médicos descobriram que Harvey carregava bactérias nocivas na sua saliva. O cão acabou por ser abatido.

Com o uso de pernas protéticas, Jaco conseguiu aprender a andar de novo e a viver de forma independente.

Para Jaco tem sido uma luta conviver com sua desfiguração facial.

Jaco revelou que : "Estou muito relutante em sair porque sou tão autoconsciente. "Embora não tenha me impedido de viver de forma independente, isso prejudicou minha confiança.

O que achou deste artigo? Partilhe o seu ponto de vista nos comentários, e partilhe com os seus amigos e familiares nas redes sociais…

Se estiver interessado nas últimas noticias sobre a atualidade, famosos,comédia, animais, lifestyle e noticias viriais, siga-nos na nossa página de  facebook Vamos lá Portugal.

Deixe a sua opinião sobre a publicação.

Partilhar no Facebook
131 131 Partilhas

Fonte: www.thesun.co.uk · Crédito foto: www.thesun.co.uk