Notícias : O homem que matou um adolescente de 15 anos diz que não consegue dormir.
Que acha? Deixe o seu comentário aqui.  

O homem que matou um adolescente de 15 anos diz que não consegue dormir.

Ele é assombrado pelas últimas fotos do menino desde o ataque.

Publicado por Vamos lá Portugal em Notícias
Partilhar no Facebook
168 168 Partilhas

Um bandido admitiu ter atraído um jovem de 15 anos para fora de uma bodega para ser espancado até à morte pelo resto da sua gangue. O homem diz que agora está com muito medo pela sua vida na prisão.

O gangster chamado Kevin Alvarez atraiu o jovem Lesandro Guzman-Feliz de modo que ele fosse assassinado de forma brutal pelos seus cúmplices.

O homem recentemente deu uma entrevista ao New York Daily News em que ele afirmou que não era responsável pela morte do adolescente dizendo que temia pela sua vida na prisão e que não conseguia mais dormir.

Embora Alvarez sustente que não esteve envolvido na morte do menino, ele confirmou, no entanto, que ele é o homem de chapéu preto e suéter branco que foi visto a trazer o pequeno Lesandro para fora do comercio onde ele estava.

A cena horrível ocorreu no 20 de junho, quando deixou o comércio, o jovem Lesandro foi então espancado e atingido por 8 homens armados com um facão. Lesandro, que teve uma séria lesão no pescoço, tentou correr para o hospital mais próximo, mas acabou por cair no chão. Quando a ajuda chegou, o jovem já estava morto.

Os 8 suspeitos são todos membros da quadrilha criminosa Trinitarios.

Todos eles foram presos e agora enfrentam acusações de homicídio muito graves.

Alvarez explicou durante a sua entrevista que ele teve que ser transferido da Ilha Rikers porque foi alvo de muitas ameaças de morte.

De acordo com Alvarez, um guarda prisional até lhe disse que iria voluntariamente deixar a porta da cela aberta durante a noite para permitir que outros presos o matassem.

O homem disse: "Eu estava apavorado, geralmente não tenho medo, estive no exército, mas estava com tanto medo que as pessoas achassem que eu sou um monstro. Eles querem-me morto".

Sobre o assassinato do pequeno Lesandro, Alvarez continua: "Eu pensei que seria apenas uma pequena luta quando ele saísse da loja, e quando me virei, vi que eles tinham facões".

Nas imagens filmadas por uma câmera de vigilância, podemos ver que Alvarez deixa a cena assim que o ataque começa.

Alvarez teria ouvido falar da morte do menino alguns dias depois, quando um amigo lhe ligou a contar.

De acordo com Alvarez, ele é assombrado pelas últimas fotos do pequeno Lesandro desde o incidente.

Partilhar no Facebook
168 168 Partilhas

Fonte: Dailymail
Crêdito foto: Courtoisie

Goste/partilhe