Polícia encontra carro abandonado no deserto durante 2 semanas... Eles ficam chocados com este milagre

Após duas semanas no deserto, a policia não esperava encontrar isto

Partilhar no Facebook
59 59 Partilhas

Polícia encontra carro abandonado no deserto durante 2 semanas... Eles ficam chocados com este milagre

Optar por seguir um atalho nem sempre significa que é o melhor caminho. Dianna Bedwell e o seu marido Cecil Knutson perceberam isso quando estavam a conduzir pelo deserto e ficaram presos na areia.

Dianna Bedwell e o seu marido Cecil estavam a caminho da Califórnia  para ir visitar o filho. No caminho, decidiram parar num cassino e quando saíram, Cecil decidiu seguir um atalho pelo deserto.Essa decisão acabou por ser fatal, pois ficaram presos no deserto.

Cecil e Dianna começaram a dirigir por estradas estreitas e desertas durante vários quilômetros, mas numa curva perderam o controlo do carro, saíram da estrada e ficaram presos num buraco.

O casal ficou preso no deserto sem a possibilidade de entrar em contato com ninguém porque não tinham telefone e não podiam andar para procurar ajuda. Tudo o que tinham era uma sacola cheia de tangerinas no porta-malas - a única coisa que podia mantê-los vivas.

Os minutos transformaram-se em horas e as horas em dias. E depois de uma semana veio a tragédia quando Cecil morreu por causa dos seus diabetes. Diana ficou totalmente sozinha e abandonada.

"Eu estava totalmente desesperada". Para sobreviver foi forçada a beber sua própria urina, relata Inside Edition.
Ela perdeu toda a esperança, e nesta "fornalha" do deserto na Califórnia, Dianna ficou presa durante mais uma semana.Comendo as poucas laranjas que tinham sobrado.

Durante esse tempo leu livros e pensou muito sobre o marido e como estaria no céu. Dianna começou a perder a esperança e ficou assustada, já estava preparada para morrer ali no deserto.

Foi quando já não tinha esperança que um anjo apareceu. 

Um motorista viu o carro de Dianna e chamou a polícia. A polícia chegou imediatamente ao local - na esperança de que houvesse sobreviventes.

Quando Diana pensou que a sua vida estava a acabar,ouviu o som de pneus na estrada. A polícia  encontrou-a e levaram-na para um hospital.

Dianna estava desidratada, mas conseguiu sair deste terrível deserto viva. E apesar de sentir muito a morte do marido,  tenta continuar em frente.

Foi um final que poderia ter sido pior, mas que apesar de tudo teve um final feliz.

É uma tragédia mas também um milagre. "Estou feliz porque sobrevivi", disse Dianna à Inside Edition.

Partilhar no Facebook
59 59 Partilhas