Um homem enfrenta 12 mil anos de prisão por agredir sexualmente uma menina mais de 600 vezes.

É nojento.

Partilhar no Facebook
197 197 Partilhas

Um pai de 36 anos da Malásia enfrenta 12 mil anos de prisão por supostamente cometer 626 agressões sexuais contra a sua filha de 15 anos.

A polícia revelou que o homem cometeu 599 casos de violação, incesto, estupro e outros crimes sexuais, apenas durante o período de janeiro a julho do ano passado.

A mãe da adolescente fez queixa às autoridades, e o homem foi preso eno dia 26 de julho.

O homem declarou-se inocente e por cada acusação de sodomia, enfrenta 20 anos de prisão e espancamentos.

Yong Zarida Sazali, o presidente do tribunal, não queria que o pai beneficiasse da fiança, porque temia que fugisse ou intimidassetestemunhas.

Um homem enfrenta 12 mil anos de prisão por agressão sexual à sua filha mais de 600 vezes.

Partilhar no Facebook
197 197 Partilhas

Fonte: ayoyemonde · Crédito foto: ayoyemonde