Uma nova mãe adormece enquanto amamenta o seu bebé na cama do hospital e acidentalmente mata o filho

Quem deve assumir a responsabilidade?

Partilhar no Facebook
677 677 Partilhas

Ann Bradley estava tão feliz por ser mãe. Depois de dar à luz, uma enfermeira mostrou-lhe como amamentar o seu bebé enquanto estava deitada na sua cama do hospital, mãe e filho lado a lado.

Exausta depois de horas de contrações e parto, a mãe adormeceu enquanto amamentava o seu bebé, no ano passado. Quando ela acordou, encontrou o seu bebé branco e sem vida. Ela chamou o pessoal do Hospital Harwood, na Inglaterra, que tentou reviver a criança, mas sem sucesso. A mãe acidentalmente matou o filho, esmagando-o enquanto dormia.

Um relatório de 2013 havia levantado preocupações sobre o co-sono com bebés e crianças pequenas. De acordo com os dados, os pais que partilham a cama aumentam as chances de o filho morrer de repente. O risco aumenta significativamente para pais que fumam, que consomem drogas ou álcool antes de irem dormir. O relatório afirma que as crianças não devem dormir na mesma cama que os seus pais, mas nada é especificado sobre a amamentação na cama.

Ann Bradley disse que nunca foi informada dos perigos da amamentação em uma cama. Ela tinha dificuldade em amamentar e pediu ajuda às enfermeiras. Ela até optou por ficar mais tempo no hospital para garantir que tudo corresse bem com a amamentação.

"Eu fiquei feliz em ficar. Achei que era uma boa ideia para me ajudar com a amamentação ", disse a jovem no tribunal.

A enfermeira Jane Westhead testemunhou no tribunal que ela havia informado a nova mãe sobre os riscos do co-leito, mas a juíza reconheceu que as suas informações eram contraditórias. Ela tinha mais de nove anos de experiência.

Angela Helleur, enfermeira, testemunhou no tribunal que é comum recomendar a amamentação na cama.

"Não temos muitas opções em termos de onde amamentar. No entanto, é importante dizer às novas mães que elas devem colocar o bebé de volta no seu berço se ela se sentir cansada ou com sono ", disse ela.

Preocupações importantes foram levantadas sobre o conselho dado às novas mães que desejam amamentar à luz dessa tragédia. O hospital precisará rever os seus procedimentos para evitar mais mortes dessa forma e apresentar seu plano de ação nos próximos 56 dias.

Partilhar no Facebook
677 677 Partilhas

Fonte: Daily Mail · Crédito foto: Adobe Stock